As Feiras de Ciências constituem uma das marcas de identidade doprojeto pedagógico da Escola Alef Peretz. Hoje, elas encontram-se espalhadas por diversas séries da nossa escola. O efeito produzido internamente no universo escolar é, ambivalente. De um lado ela permite que os alunos desenvolvam as suas habilidades de investigação e submetam os seus trabalhos ao exame de especialistas; de outro lado, ela torna a pesquisa científica um valor ambicionado pelos alunos, uma vez que materializa exemplos e projeta sonhos, normalmente, excluídos de uma rotina escolar.

Intel International Science and Engineering Fair – EUA (INTEL ISEF): É um programa da Society for Science & the Public (the Society), a maior competição internacional científica pré-universitária do mundo.

GENIUS Olympiad – Nova Iorque- EUA: A Olimpíada promove uma compreensão global das questões ambientais e da conquista da sustentabilidade por meio da ciência básica, artes, escrita criativa, engenharia, design e desenvolvimento de negócios. Além disso, oferece desafios e oportunidades para os alunos do ensino médio para incutir neles as habilidades e conhecimentos necessários para serem cidadãos, líderes, cientistas, artistas, escritores, engenheiros e políticos do futuro.

Expo Science Internacional – MILSET MUNDIAL: É um dos maiores eventos científicos do mundo, com foco exclusivo na criatividade científica de jovens cientistas de mais de 80 países.

International Conference of Youth Scientists – Europa (ICYS): É um campeonato mundial não oficial de trabalhos de pesquisa em várias disciplinas científicas para estudantes do ensino médio. Tem participação notável em três continentes (Europa, Ásia e América). É organizado por uma instituição de acolhimento e varia para cada ano. O ICYS é membro da Federação Mundial de Concursos de Física.

Feira Brasileira de Ciências e Engenharia  São Paulo- SP (FEBRACE): É um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que todo ano realiza na Universidade de São Paulo uma grande mostra de projetos.  Assume um importante papel social incentivando a criatividade e a reflexão em estudantes da educação básica, através do desenvolvimento de projetos com fundamento científico, nas diferentes áreas das ciências e engenharia.

Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia – Novo Hamburgo RS (MOSTRATEC): É uma feira de ciência e tecnologia realizada anualmente pela Fundação Liberato, na cidade de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil. Destina-se à apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do Ensino Médio e da educação profissional técnica de nível médio.

CIÊNCIA JOVEM – Recife- PE: O Espaço Ciência promove diversos eventos comemorativos relacionados à ciência, tecnologia e meio ambiente, cursos e encontros de ciência, mas o grande evento anual sem dúvida é a CIÊNCIA JOVEM, uma feira de ciência que no início abrangia apenas escolas de Pernambuco, mas que agora ganhou definitivamente um caráter nacional.  Vale destacar que na última edição contou com representantes de todos estados brasileiros e de sete países, totalizando 320 trabalhos, distribuídos em todas as categorias.

Movimento Científico Norte e Nordeste Juazeiro do Norte-CE (MOCINN): Representa mais uma ação de incentivo ao desenvolvimento de trabalhos científicos e culturais no âmbito das escolas e universidade do Norte Nordeste. Além disso, é um espaço rico de possibilidades para a expressão da criatividade e para o desenvolvimento das habilidades do aluno, do professor e da escola no campo da pesquisa.

Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia Recife-PE (FENECIT): Busca despertar nos alunos o interesse pela produção e saber científico, através da construção de projetos de pesquisas no cotidiano escolar, possibilitar o contato mais direto com o conhecimento científico produzido atualmente nas universidades do Brasil e analisar situações problema existentes nas comunidades.

MTEP: A mostra busca aliar a teoria com a prática, em um ambiente de questionamentos, pesquisas de campo e desenvolvimento do raciocínio lógico e crítico. Projetos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Técnico.

MCTEA: A mostra envolve projetos de alunos das Instituições de Ensino das regiões Norte e Nordeste e de outros estados do Brasil, em diversas categorias estabelecidas a partir das Ciências (Exatas e da Terra, Biológicas, da Saúde, Agrárias, Sociais e Humanas, Engenharias e suas Aplicações).

MOCITEC: É uma mostra de ciências e tecnologias voltada para a apresentação, avaliação e premiação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do Ensino Fundamental, Médio, Educação Profissional de Nível Técnico e do Ensino Superior.

Encuentro de Jóvenes Científicos: É uma iniciativa criada há 30 anos por jovens e dirigida aos jovens. Um evento que abriu as portas da publicação de seus projetos e a divulgação para a sociedade. Esta atividade foi consolidada com a ajuda de jovens investigadores não só de todo o país, mas também a nível internacional com a participação de jovens europeus e mexicanos.

Feira de Ciências da Amazônia: É aberta a alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II, alunos do Ensino Médio e do Ensino Técnico de escolas públicas e particulares. É necessário ter entre 14 e 21 anos. Os projetos podem ser individuais ou em grupos de até três alunos, devem ter um professor orientador e se enquadrar em uma das Categorias dispostas no ponto 7.