NOSSO PROJETO

Nenhuma escola existe e se desenvolve desconectada da realidade cultural, da vida econômica, do mundo do trabalho, das tendências tecnológicas, das definições macroestruturais e do contexto social de seu tempo.

As instituições educativas têm a particularidade de ser, ao mesmo tempo, guardiãs das conquistas civilizatórias, de conservação de conhecimentos e de valores, e ao mesmo tempo um posto avançado para compreender seu presente e preparar as novas gerações para o futuro.Essa particularidade da escola não se fazia tão notada no século XX e tempos anteriores, quando a velocidade mais lenta dos processos de produção de conhecimento e de comunicação levavam a transformações percebidas apenas ao longo do tempo de muitas gerações. No século XXI, as escolas recebem crianças que, em pouco menos de duas décadas, estarão escolhendo sua universidade e buscando seus empregos em um mundo do qual se sabe pouco. Serão preparadas para profissões que ainda não existem e para realidades que são constantemente alteradas por tecnologias disruptivas.

O mundo do século XXI, que se convencionou chamar VUC – Volátil, Incerto (Uncertain) e Complexo – é marcado, sobretudo, pela sua imprevisibilidade e por desafios sem paralelo. As certezas estabelecidas em muitos campos, como o trabalho, se mostram superadas. No campo do ambiente, ameaças como o aquecimento global, o esgotamento de reservas naturais, o hiperconsumo, a migração em massa, o terrorismo, condicionam expectativas futuras.

O mundo globalizado instaura uma nova noção de cidadania planetária, que exige soluções inovadoras e a preservação ou ressignificação de conhecimentos e valores essenciais.

O futuro imprevisível pede novas relações de produção, uma reafirmação de valores éticos e requer gerações mais criativas e preparadas que aquelas que as antecederam. As novas características da gestão do conhecimento – como a abundância da informação e a mobilidade possibilitadas pela tecnologia – colocam em xeque as dimensões sobre as quais se estruturou a escola, como o espaço e o tempo da aprendizagem, o currículo, a relação professor-aluno, os processos de avaliação, os recursos didáticos utilizados e introduzem desafios, como o desenvolvimento de novas competências, inclusive as socioemocionais. Outra característica fundamental da sociedade contemporânea que importa para o projeto educativo aqui definido é o esvaziamento ético, o individualismo extremo, o narcisismo e a superficialidade das relações humanas, que vêm sendo apontados por muitos dos mais respeitados pensadores contemporâneos.

Por tudo isso, a Educação se torna um processo cada vez mais fundamental, e as transformações pelas quais o mundo passa se fazem sentir na dimensão pedagógica. A crescente demanda por uma educação mais completa e contemporânea já impacta também o próprio mercado da educação privada. Essa nova realidade ajuda a explicar a grande movimentação que se verifica no mundo educacional, entre elas as grandes consolidações no Ensino Superior, bem como os recentes empreendimentos nos segmentos da Educação Básica.

Em São Paulo e outras capitais brasileiras, o surgimento de escolas internacionais voltadas para o público de alta renda traz, entre seus sinais, o reconhecimento de que projetos educativos precisam olhar para o futuro e trazer para a sala de aula a realidade já vivida pelas famílias, e que os atuais projetos são insuficientes para atender às expectativas dos pais.

O Alef Peretz e a comunidade judaica é em função dessa nova realidade global que a Escola Alef Peretz constrói seu projeto educativo. Mas não só. A Alef Peretz não se posiciona como mais uma escola paulistana, mas está fundada nos valores mais orgânicos da cultura judaica, como a preservação da memória,tikun olam, derech eretz, pertencimento a um grupo, respeito ao outro, estudo, celebração do tempo, vínculo com Israel e justiça social. Existe pelos mesmos princípios pelos quais se estabeleceram as escolas comunitárias judaicas e compartilha dos valores que inspiraram as instituições que a precederam.

Princípios que presidem o Projeto do Alef Peretz

O Alef Peretz é constituído por uma comunidade diversificada. Ao procurar a Escola, contudo, as famílias demonstram expectativas e convicções comuns, entre elas:

  • o reconhecimento da importância de uma educação de fundamentação judaica;
  • a consciência das transformações que eliminam as fronteiras globais;
  •  a convicção de que as trajetórias consagradas de preparação para o trabalho estão sendo superadas, e,
  • o desejo de que seus filhos tenham acesso a bases éticas sólidas.

O projeto educativo da Escola Alef Peretz é, desde seu início, sensível a tais expectativas, que vêm ao encontro das concepções que a orientam e se incorporam a um projeto pedagógico assentado em pelo menos 6 pilares centrais. A Escola Alef Peretz tem como valores:

  1. A educação de excelência na dimensão acadêmica, que deve habilitar seus alunos para desenvolver seus projetos, no Brasil ou Exterior, frequentando as melhores universidades e desenvolvendo competências para o trabalho e a vida em sociedade.
  2. A educação de alunos cultos, criativos e inovadores, que valorizem o pensamento lógico, a ciência, a arte, a cultura, enriquecidos por um repertório que incorpora matrizes clássicas do conhecimento, como forma de aprimorar a compreensão da realidade do seu tempo e de se preparar para a dinâmica da aprendizagem por toda a vida.
  3. A educação de alunos com uma perspectiva internacional, estimulando-os ao trânsito entre culturas, com experiências e conhecimentos que os capacitem para projetos como o seguimento dos estudos em universidades estrangeiras de reputação.
  4. A educação de crianças e jovens com um sentido ampliado de vida comunitária, capazes de perceber e buscar o valor intrínseco da diversidade humana, a partir dos valores milenares da cultura judaica.
  5. A educação de crianças e jovens em um ambiente de excelência no convívio, com relações transparentes e afetivas, inspiradas em um senso de bem-comum comunitário.
  6. Educação em valores judaicos que referenciem os alunos para viver e decodificar este mundo complexo.

A clareza dos princípios que norteiam um projeto educativo é essencial para o seu futuro e para pactuar as relações comunitárias. Uma escola se assenta sobre um contrato de valores que definem a escolha por um projeto educativo. Sobre estas convicções compartilhadas se constroem a missão e a visão de uma instituição – o que se torna particularmente importante em uma época tão incerta. Contudo, se com os valores se estabelecem os alicerces sólidos, com os processos se erguem os edifícios mais seguros, elevados e estáveis.

A Escola Alef Peretz acredita que processos devem ter coerência com seus fundamentos e objetivos, e precisam ser transparentes e bem comunicados à comunidade, contribuindo para o alcance dos valores enunciados – em especial o da excelência.